Serasa aponta recorde de cheques sem fundos em abril

Estudo realizado pela Serasa revela que o volume de cheques sem fundos a cada mil compensados, em abril de 2005, caiu 8,6% em relação a março deste ano. Foram devolvidos 19,0 cheques sem fundos por mil compensados contra 20,8 cheques em março do mesmo ano.No entanto, apesar da queda verificada em abril, o volume de cheques devolvidos a cada mil compensados foi o maior já registrado nesse mês desde 1991, ano em que foi criada a pesquisa e 19,5% maior que o índice verificado em abril de 2004 - mês que registrou 15,9 cheques sem fundos por mil. No quarto mês de 2004, foram devolvidos 2,7 milhões de cheques sem fundos, de um total de 171,5 milhões de compensados, em todo o país.Cheques compensadosSegundo o levantamento, foram compensados 155,6 milhões de cheques em abril de 2005, dos quais, 2,9 milhões devolvidos por insuficiência de fundos. Em março de 2005, o total de cheques compensados foi de 170,4 milhões e de devolvidos, 3,5 milhões.Os dados da Serasa mostram que, no acumulado do primeiro quadrimestre de 2005 foram compensados 647,8 milhões de cheques, dos quais 11,5 milhões voltaram por insuficiência de fundos, o que resulta em um índice de 17,8 cheques devolvidos a cada mil compensados. Esse número é 9,8% maior que o do primeiro quadrimestre de 2004, que foi de 16,2. Nos primeiros quatro meses de 2004, o número de cheques compensados totalizou 697,5 milhões, contra 11,3 milhões de cheques devolvidos.Índice de cheques devolvidosNo acumulado de doze meses, o indicador registra sua segunda alta consecutiva, apresentando 16,36 cheques devolvidos a cada mil compensados. Nos doze meses encerrados em março de 2005, esse indicador era de 16,09 cheques devolvidos a cada mil compensados, o que representa um crescimento de 1,7%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.