Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Serasa: inadimplência da pessoa física cai 1,1%

O Indicador Serasa de Inadimplência Pessoa Física registrou queda de 1,1% nos primeiros oito meses de 2006, em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo a Serasa, trata-se do quarto recuo consecutivo na inadimplência das pessoas físicas desde o acumulado de janeiro a abril, que havia apresentado alta de 0,4%. Ainda assim, apesar deste quadro de queda, o indicador mostrou elevação na inadimplência na comparação de agosto de 2007 com o mesmo mês do ano anterior, de 3,5%. Já na relação agosto ante julho o avanço foi de 1,0%.As dívidas com bancos mais uma vez foram o principal peso do indicador na avaliação do acumulado do ano, de janeiro a agosto, com participação de 38,7%. O segundo lugar no ranking de representatividade da inadimplência dos consumidores ficou com as dívidas com cartões de crédito e financeiras com peso de 30,7%. Os cheques sem fundos comparecem na terceira colocação, com fatia de 27,9% no indicador. Os títulos protestados completaram a lista com participação de 2,6%.No setor de sistema financeiro, a Serasa revela que o valor médio das dívidas dos consumidores foi de R$ 1.270,43, correspondendo a um aumento de 14,7% em relação ao acumulado de janeiro a agosto de 2006. Entre cartões de crédito e financeiras as dívidas apresentaram valor médio de R$ 367,19. O indicador mostra também que as dívidas de cheques sem fundos ficaram, em média, em R$ 605,50, enquanto o valor médio dos títulos protestados, no mesmo período, foi de R$ 867,46.

PEDRO HENRIQUE FRANÇA, Agencia Estado

13 de setembro de 2007 | 13h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.