Serasa: inadimplência das empresas caiu 7,5% em maio

A inadimplência entre empresas teve queda de 7,5% em maio, na comparação com o mesmo mês de 2007, e baixa de 0,3% ante abril, segundo o Indicador Serasa de Inadimplência Pessoa Jurídica, divulgado hoje. No acumulado dos cinco primeiros meses de 2008, o índice caiu 2,7% ante o mesmo período de 2007.Os títulos protestados lideram o ranking da inadimplência entre empresas nos cinco primeiros meses do ano, com participação de 42,3% no indicador. Em seguida, estão os cheques devolvidos e as dívidas com os bancos, que representam 38,5% e 19,2%, respectivamente.As pendências com bancos tiveram um valor médio de R$ 4.456,91 de janeiro a maio de 2008. Os títulos protestados, por sua vez, registraram um valor médio de R$ 1.473,08 no período, enquanto os cheques devolvidos, R$ 1.273,60.Na avaliação da Serasa, a queda da inadimplência das pessoas jurídicas, no período de janeiro a maio de 2008, é decorrente do nível de atividade da economia doméstica, que tem permitido a melhora do fluxo de caixa (receitas menos despesas).A instituição ressalta, no entanto, que as micro, pequenas e médias empresas devem ter cautela na hora de conceder crédito, pois a inadimplência do consumidor se mantém elevada, o que pode eventualmente comprometer a situação financeira dessas companhias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.