Serra volta a criticar pressa

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), voltou a criticar ontem uma "antecipação exagerada" do governo federal na definição das regras para exploração de petróleo na camada do pré-sal. Na segunda-feira, haverá o anúncio oficial do marco regulatório pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em Brasília. Serra disse não saber se comparecerá ao evento. "Não estou sabendo. Os convites não chegam à minha mão", afirmou. O jornal ?O Globo? informou ontem que os governadores Sérgio Cabral (Rio) e Paulo Hartung (Espírito Santo) recusaram o convite de Lula. Ambos têm criticado a proposta do governo."O pessoal fica falando de pré-sal como se fosse uma coisa que está aí atrás da esquina. Isso é coisa mais para a segunda metade da próxima década. Está havendo uma antecipação monumental a esse respeito. Não porque não se tenha de dar os primeiros passos, mas está tendo um exagero nesse assunto. A pressa tem sido exagerada a meu ver", afirmou Serra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.