Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Serviço enfrentou grande pane nesta semana

O Skype sofreu esta semana uma grande pane, que impediu milhões de pessoas de usar o serviço na quarta-feira. Ainda ontem vários usuários continuavam a ser afetados pelo problema.

, O Estado de S.Paulo

25 de dezembro de 2010 | 00h00

Na quinta-feira, o presidente da empresa, Tony Bates, pediu desculpas e anunciou, no blog do Skype, que cerca de 21 milhões de usuários haviam conseguido se conectar simultaneamente naquela tarde. Isso correspondia a cerca de 10% menos do que o tráfego normal para o horário, o que significa que algumas pessoas ainda não conseguiam utilizar o serviço.

A empresa não divulgou quais foram as causas dos problemas. Bates informou que, na sua opinião, a pane foi causada por uma falha de software e não por um ataque externo.

Na quarta-feira, a empresa informou que um problema técnico tinha tirado do ar vários "supernós". Esses "supernós" são computadores com as listas de clientes, que permitem a eles se conectarem.

O Skype informou que os clientes com planos pré-pagos receberão um crédito de 30 minutos de ligações para telefones fixos em qualquer lugar do mundo. Os assinantes receberão uma semana extra do serviço.

Segundo Bates, o Skype está fazendo de tudo para que seu serviço se torne sempre disponível. "Foram 24 horas difíceis para muitos de nós - e gostaria de agradecer a vocês pela paciência enquanto trazemos o Skype de volta ao normal", disse.

Diferentemente da telefonia convencional, Skype funciona com uma estrutura distribuída, o que impede a rede de deixar de funcionar por causa de problemas em um único ponto.

Essa característica da tecnologia também pode fazer com que os erros sejam mais difíceis de localizar e de serem consertados. A empresa havia sofrido outra grande pane em agosto de 2007. / AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.