Serviços dos Correios ficarão mais caros a partir desta quinta

Cartas enviadas por pessoas físicas terão reajuste de 8,3% e passarão a custar R$ 0,65 de agora em diante

Elvis Pereira, do estadao.com.br,

31 de julho de 2008 | 06h21

A partir desta quinta-feira, 31, os serviços dos Correios ficarão mais caros, conforme portaria do Ministério das Comunicações publicada nesta quarta no Diário Oficial da União. A carta não comercial (pessoa física) com até 20 gramas passará a custar R$ 0,65, cinco centavos a mais - uma variação de 8,3%. O valor da comercial (pessoa jurídica), também com até gramas, foi corrigido em 11% e subirá para 1 real. A tarifa de 1 centavo da carta social permanecerá inalterada.  Os serviços telegráficos nacionais serão reajustados, na média, em 10,6%. Quanto aos serviços internacionais, o valor das cartas (documentos prioritários e econômicos) terá correção em torno de 8,3%, sendo o reajuste médio dos telegramas internacionais de 15,3%. Os preços dos serviços Impresso Normal e Especial, Mala Direta Postal Domiciliária, Fax Post e Caixa Postal serão atualizados apenas em 30 de agosto.  O último aumento das tarifas dos Correios havia ocorrido em março do ano passado. Segundo a empresa, os serviços serão reajustados anualmente com base na recomposição dos custos repassados à empresa durante o período, como aumento dos preços dos combustíveis, contratos de aluguel, transportes, vigilância, limpeza, salários dos empregados.  

Mais conteúdo sobre:
CorreiosReajusteConsumidor

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.