Serviços têm deflação de 0,06% em julho, a 1ª queda da série histórica

Segundo o IBGE, resultado foi influenciado pela variação de passagens aéreas e hotéis

Daniela Amorim, Agência Estado

08 de agosto de 2014 | 11h36

RIO - Os preços dos serviços registraram deflação de 0,06% em julho, o primeiro resultado negativo desde que a taxa começou a ser apurada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em janeiro de 2012, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

"O resultado de serviços teve influência de passagens aéreas e hotéis", apontou Eulina Nunes dos Santos, coordenadora de Índices de Preços do IBGE.

Em julho, as tarifas aéreas ficaram 26,86% mais baratas, enquanto os preços dos hotéis recuaram 7,65%.

No entanto, a inflação de serviços ainda acumula uma alta de 4,66% no ano, acima do IPCA do período (3,76%). Em 12 meses, os serviços já aumentaram 8,44%, contra uma taxa de 6,50% registrada pelo IPCA.

"Os serviços, tanto no ano quanto em 12 meses, continuam acima da taxa geral de inflação", confirmou Eulina. 

Tudo o que sabemos sobre:
InflaçãoIPCAserviços

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.