carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Setor bancário segue incerto e derruba bolsas da Europa

As ações européias encerraram aquarta-feira em baixa, após a Alliance & Leicester e o BNPParibas revelarem baixas contábeis e os dados de inflação nosEstados Unidos mostrarem aumento maior que o esperado. O índice FTSEurofirst 300, que engloba as principais açõesdo continente, fechou em queda de 1,15 por cento, aos 1.322 porcento. Os bancos figuraram entre os piores desempenhos do dia naregião por temores sobre a lucratividade do setor à luz dasdifíceis condições do mercado de crédito e do desaquecimentoeconômico pesando em todo segmento. "Fracos dados econômicos, balanços corporativosdesapontadores e a possibilidades de mais baixas contábeis nofuturo criaram uma perfeita tempestade de incertezas", afirmouHenk Potts, estrategista do Barclays Wealth. "As pessoas estão à procura de sinais que as orientem sobreo que está acontecendo nos Estados Unidos e os possíveis riscosassociados com isso e os dados que continuam sendo um poucodecepcionantes". As ações da Alliance & Leicester estavam entre perdas maisacentuadas, com queda de 6,8 por cento. O BNP Paribas recuou0,5 por cento. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em queda de1,23 por cento, a 5.893 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 1,47 por cento, para6.899 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 caiu 1,49 por cento, para 4.812pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em baixa de 0,74 porcento, a 25.820 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou desvalorização de 1,43por cento, para 13.080 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve baixa de 1,04 por cento,para 11.182 pontos. (Reportagem de Amanda Cooper) REUTERS RB VS

REUTERS

20 de fevereiro de 2008 | 14h20

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.