Setor de autopeças comemora resultados

As vendas do setor de autopeças devem manter o ritmo de crescimento verificado no primeiro semestre do ano. Segundo dados do Sindicato Nacional das Indústrias de Autopeças (Sindipeças), o faturamento do setor cresceu 9,5% no primeiro semestre de 2000 sobre o mesmo período do ano passado.O Sindipeças prevê que as receitas irão totalizar US$ 11,4 bilhões este ano, com aumento de quase 10% em relação a 1999. O diretor de Relações com o Mercado da Randon, Astor Milton Schmitt, lembrou que o ramo de autopeças vem sendo favorecido pelo crescimento da indústria automotiva.Setor pode crescer mais de 20%De acordo com estimativa da Associação Nacional de Veículos Automotores (Anfavea), a produção nacional deverá chegar a 1,6 milhão de veículos este ano, o que representaria um aumento de 23% sobre a produção de 1999. O setor de autopeças, conseqüentemente, deve acompanhar este crescimento.O diretor-superintendente da Fras-le, Erino Tonon, disse que o setor de reposição de peças também vem apresentando crescimento expressivo este ano. Segundo ele, as vendas para o segmento subiram 20% em comparação com o primeiro semestre de 1999.Mais exportaçõesO crescimento das exportações também foi apontado como causa para o bom desempenho do setor. No caso da Fras-le, as vendas externas respondem por 30% do faturamento. Tonon disse que os negócios com os Estados Unidos, México e Canadá subiram cerca de 30% no primeiro semestre do ano em relação ao mesmo período de 1999.Apenas os negócios com a Argentina devem sofrer redução. Segundo Schmitt, o acordo automotivo que está sendo definido entre os dois países definirá o porcentual mínimo de peças nacionais que um veículo produzido na Argentina deverá ter, o que afeta diretamente as exportações brasileiras

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.