finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Setor de higiene pessoal e perfumaria cresce 18,9%

O setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos cresceu 18,9% no País em 2011, com faturamento de R$ 43 bilhões, na comparação com 2010, segundo estudo do instituto Euromonitor divulgado pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec). O Brasil se manteve como o terceiro maior mercado do setor, atrás dos Estados Unidos (1º) e do Japão (2º), e à frente da China. A participação global do Brasil no segmento é de 10,1%.

GUILHERME AMORIM, Agencia Estado

18 de abril de 2012 | 20h58

O presidente da Abihpec, João Carlos Basilio, ressaltou que o setor vem crescendo nos últimos dez anos a taxas maiores do que a indústria brasileira em geral. "Crescemos quatro vezes mais do que a indústria", disse Basilio, durante a apresentação do estudo.

A pesquisa prevê ainda que, até 2015, o setor registre um crescimento médio de 6,6% ao ano. "Esse estudo nos dá sinais claros de que vamos continuar crescendo; vamos dobrar o mercado nos próximos cinco anos", avaliou o dirigente. Outro destaque do estudo é que 70% do crescimento do faturamento do setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos deverão vir da América Latina e da China até 2016.

Tudo o que sabemos sobre:
higiene pessoalperfumariadesempenho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.