Setor de petróleo e gás receberá R$ 10 bi em financiamentos, diz BNDES

Para Luciano Coutinho, desembolsos para toda cadeia tendem a aumentar a cada ano, à medida que empresas operadoras avançarem em seus planos de investimento

Fernanda Nunes, da Agência Estado,

22 de agosto de 2012 | 19h16

RIO - O setor de petróleo e gás receberá cerca de R$ 10 bilhões em financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) neste ano, segundo previsão do presidente do banco, Luciano Coutinho. Na avaliação de Coutinho, os desembolsos para toda cadeia de óleo e gás tendem a aumentar a cada ano, à medida que empresas operadoras, como a Petrobrás, avançarem em seus planos de investimento.

Na semana passada, o BNDES anunciou a criação do programa Inovapetro, em parceria com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep, agência do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação), que destinará R$ 3 bilhões para a cadeia de fornecedores do setor. Esses recursos deverão chegar às empresas a partir do próximo ano.

De acordo com o presidente do BNDES, os recursos desembolsados nos próximos anos não serão apenas para projetos no pré-sal, mas para outros investimentos da Petrobrás e de outras petroleiras. Neste ano, a estatal já recebeu R$ 3,279 bilhões, de um limite de crédito de R$ 9,4 bilhões aprovado em maio. Desde 2008, a Petrobrás tem R$ 42,2 bilhões contratados junto ao BNDES.

Coutinho também comentou os resultados do banco. Na segunda-feira, o BNDES anunciou lucro de R$ 2,7 bilhões no primeiro semestre, 48% menos que em igual período de 2011. Segundo Coutinho, o resultado foi influenciado pelo mercado de capitais, que, por sua vez, é diretamente afetado pelo contexto externo, numa situação "muito instável".

Apesar das incertezas externas, ele ressaltou que os fundamentos da economia brasileira são muito "sólidos" e que à medida que o mercado de capitais melhorar no segundo semestre o resultado do banco também poderá evoluir. "Mas isso não é uma certeza. É uma esperança", afirmou Coutinho ontem, após o seminário "Conteúdo Local e Políticas para Competitividade na Cadeia de Petróleo e Gás", promovido pela Confederação Nacional da Indústria, no Rio.

Tudo o que sabemos sobre:
BNDESgás e petróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.