coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Setor de serviços foi o que mais gerou empregos em abril

O setor de serviços foi o que mais gerou empregos formais em abril, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Ao todo, o setor gerou 75.220 postos de trabalho. De acordo com o MTE, todos os setores registraram criação líquida de vagas em abril. A indústria de transformação foi responsável pela criação de 40.603 empregos; a construção civil, 32.921; a agricultura, 24.807; o comércio, 16.631; a administração pública, 3.857; os serviços industriais de utilidade pública, 2.237, e a extrativa mineral, 637.

ANNE WARTH, Agencia Estado

21 de maio de 2013 | 15h44

Por regiões, o Sudeste foi o que mais criou empregos em abril, com um total de 127.210, seguido pelo Sul, com 39.294; Centro-Oeste, com 29.978, e Norte, com 2.059. Já o Nordeste registrou queda de 1.628 postos de trabalho. Essa redução foi atribuída a fatores sazonais relacionados às atividades sucroalcooleiras.

Tudo o que sabemos sobre:
Cagedabrilserviços

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.