Setor de serviços liderou criação de emprego em abril

A geração de trabalhos formais registrada pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) em abril foi positiva para o setor de serviços. O segmento terminou o mês com 68.876 vagas criadas, como resultado da diferença entre contratações e demissões. Serviços foi o principal gerador de empregos em abril, cujo resultado geral verificado pelo Caged foi de 105.384 postos de trabalho no mês.

NIVALDO SOUZA, Agencia Estado

21 de maio de 2014 | 15h13

O desempenho da construção civil também foi positivo na geração de empregos em abril, conforme dados do Caged. O setor gerou 4.317 vagas no quarto mês deste ano.

A geração de emprego no agronegócio brasileiro em abril também se manteve positiva, apesar de demissão, segundo o Caged, de 14.052 trabalhadores do setor no quarto mês deste ano. O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) afirma que o resultado positivo foi puxado pelas atividades de cultivo de café e cana-de-açúcar, que compensaram demissões verificadas nos segmentos da soja e frutas.

Já no comércio, a geração de empregos foi positiva em abril com 16.569 vagas no quarto mês deste ano. O titular do MTE, Manoel Dias, disse que a perspectiva é de novas contratações em maio e junho por causa da Copa.

Na indústria, porém, o saldo entre demissões e contrações encerrou abril negativo, conforme o Caged. O resultado no setor foi o fechamento de 3.427 mil postos de trabalho no quarto mês deste ano.

Geral

Na comparação do saldo de empregos líquidos gerados nos meses de abril de 2013 e 2014, o Caged registrou queda tanto na avaliação sem ajuste quanto na ajustada. No saldo sem ajuste, a redução foi de 46,48% no mês, na comparação das 196.913 vagas criadas em abril de 2013 com as 105.384 geradas em 2014. Já entre as vagas ajustadas, o que inclui dados repassados por empresas fora do prazo dado pelo MTE para que elas informem contratações e demissões, o recuo foi de 95,89%. Em abril do ano passado, o saldo ajustado era de 256.225 postos de trabalho com carteira assinada, ante as 105.384 do mês passado.

No geral, no primeiro trimestre de 2014, o saldo de geração de vagas formais somou 458.145. Em 12 meses, foram gerados 884.976 postos, segundo o MTE.

Tudo o que sabemos sobre:
Cagedabrilsetores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.