Setor ferroviário é principal foco do BNDES

O setor ferroviário é hoje o principal foco de atuação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), segundo informou hoje superintendente da Área de Infra-Estrutura da instituição, João Carlos Cavalcanti. "Hoje, o que norteia a atuação do BNDES é o fortalecimento da infra-estrutura no País e a inclusão social", disse ele, que participou do Fórum de Debates Infra 2004, promovido pela Agência Estado e a IBC.De acordo com o superintendente, há uma expectativa de aumento do volume de recursos desembolsados pelo BNDES para este ano de US$ 12 bilhões para US$ 15 bilhões, totalizando um montante de US$ 47,3 bilhões em 2004. "Deste total, 30% será destinado para o setor de infra-estrutura", explicou. A instituição, segundo ele, vem ampliando sua atuação nesta área por ter identificado que trata-se de um segmento forte de geração de emprego e renda e que interfere também positivamente em outros ramos da economia.Entre as operações da área ferroviária aprovadas para o ano período 2003-2004, o superintendente destacou a modernização da malha Ferroviária Sul, que contará com investimentos de R$ 297 milhões e financiamento de R$ 110 milhões.Ele também mencionou a modernização da malha ferroviária Nordeste (com investimentos de R$ 100 milhões e financiamento de R$ 100 milhões) e a aquisição de 140 vagões para transporte de grãos na malha da Ferronorte, com investimento de R$ 29 milhões e financiamento de R$ 23 milhões. Cavalcanti apresentou ainda projetos da área de logística ferroviária que estão em perspectiva, como a aquisição de vagões por meio de clientes das ferrovias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.