Setor financeiro e petróleo pesam sobre ações européias

O principal índice das ações européiasfechou em baixa nesta sexta-feira, registrando a primeira quedasemanal em um mês em meio à preocupação sobre o setorfinanceiro e o novo recorde do petróleo. De acordo com dados preliminares, o índice FTSEurofirst 300caiu 1,28 por cento, para 1.343 pontos. Houve aproximadamentecinco ações em baixa para cada ação em alta. "Você tem a sensação, vinda do setor corporativo, de que acrise internacional de crédito está cobrando seu preço e issovai mudar todas as previsões de lucros, que atualmente aindaestão um tanto otimistas", disse Heino Ruland, estrategista doFrankfurtFinanz. "A recuperação está perdendo força. Tem mais a ver com ofato de que as pessoas estão percebendo que a economia européiaestá desacelerando." O preço do petróleo juntou-se à preocupação econômica aoultrapassar os 126 dólares por barril, novo recorde. Os bancos foram o principal destaque negativo entre ossetores, mas a farmacêutica francesa Sanofi-Aventis roubou acena com queda de quase 6 por cento em meio à ameaça decompetição na Europa para um de seus principais remédios. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de1,05 por cento, a 6.204 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,97 por cento, para 7.003pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 recuou 1,88 por cento, para 4.960pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em baixa de 1,01 porcento, a 25.731 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou perda de 0,92 porcento, para 13.945 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve desvalorização de 0,62 porcento, para 11.177 pontos. (Reportagem de Amanda Cooper)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.