carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Setor financeiro pesa e mercados europeus fecham em queda

As bolsas européias encerraram asegunda-feira em baixa, pressionadas por ações de instituiçõesfinanceiras como o Société Générale . Investidores mostraram-semais apreensivos sobre o impacto da crise de crédito nocrescimento econômico e lucros das empresas. O índice FTSEurofirst 300, termômetro das principais açõeseuropéias, fechou em queda de 0,8 por cento, aos 1.291 pontos. Na semana passada, o índice acumulou perda de 3,7 por centoem meio aos receios de recessão nos Estados Unidos e temores deque as instituições financeiras não tenham revelado ainda oimpacto total da crise de crédito em seus livros. O grupo norte-americano AIG, maior seguradora do mundo,revelou nesta segunda-feira que seus auditores questionaramcontroles internos da empresa sobre a valorização de seusderivativos. O anúncio fez as ações da companhia despencaremmais de 11 por cento. Na Europa, o índice do setor de seguradoras caiu 2,7 porcento. O indicador que reúne ações de bancos cedeu 2,1 porcento. As ações do SocGen terminaram em baixa de 4 por centodepois que o banco francês anunciou emissão de papéis comgrande desconto, o que segundo analistas deve diluir os lucrosmais do que o esperado. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em queda de1,32 por cento, a 5.707 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 0,35 por cento, para6.743 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 caiu 0,57 por cento, para 4.682pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em baixa de 0,92 porcento, a 25.017 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou desvalorização de 0,9por cento, para 12.818 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve queda de 1,08 por cento,para 11.084 pontos.

REUTERS

11 de fevereiro de 2008 | 15h18

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.