Setor manufatureiro chinês tem menor expansão em 7 meses

O aperto monetário e o feriado do Ano Novo Lunar pressionaram as fábricas da China em fevereiro 

Reuters,

21 de fevereiro de 2011 | 07h32

A progressiva intensificação do aperto monetário juntou-se ao feriado do Ano Novo Lunar para pressionar as fábricas da China em fevereiro, embora a inflação continue a acelerar, mostrou uma pesquisa nesta segunda-feira.

O índice preliminar do HSBC para o setor manufatureiro chinês atingiu 51,5 em fevereiro, menor que a leitura final de 54,5 em janeiro.

A leitura preliminar, criada para dar indicações antecipadas sobre os dados finais, que saem uma semana depois, sugere que o setor industrial da China está crescendo no menor ritmo em sete meses.

Os componentes de preços rumam para atingir máximas em três meses, uma vez que as empresas manufatureiras tentam cobrar mais dos consumidores para recuperar os gastos de produção diante a alta global dos preços de commodities.

De acordo com o índice preliminar, o volume de novas encomendas teve uma expansão menor em fevereiro, enquanto as encomendas de exportação caíram, indicando que o crescimento empresarial vinha sendo gerado no âmbito doméstico. (Simon Rabinovitch)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROCHINAMANUFATURA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.