Setor privado alemão volta a crescer em agosto após 11 meses

Maiores produção e encomendas impulsionaram expansão dos segmentos manufatureiro e de serviços

REUTERS,

03 de setembro de 2009 | 11h49

Maiores produção e encomendas ajudaram o setor privado alemão, que engloba os segmentos manufatureiro e de serviços, a voltar a crescer em agosto após 11 meses de contração, segundo pesquisas divulgadas nesta quinta-feira, 3.

 

O índice Markit subiu para 54,0 em agosto, ante 49,0 em julho. A linha de 50 divide a contração do crescimento.

 

O componente de novos negócios no setor privado avançou para 51,6 no mês passado ante 47,6 no anterior.

 

O índice para o setor de serviços aumentou para 53,8, contra 48,1. Foi a maior alta mês a mês desde o início da série histórica em junho de 1997.

Tudo o que sabemos sobre:
Alemanhasetor privado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.