Setor privado da zona do euro desacelera em outubro

Índice PMI dos países da região recuou de 54,1 em setembro para 53,4 neste mês

Danielle Chaves, da Agência Estado,

21 de outubro de 2010 | 08h01

O crescimento do setor privado da zona do euro se desacelerou para o ritmo mais lento em um ano em outubro, com o índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) preliminar composto de outubro caindo para 53,4, de 54,1 em setembro.

O PMI industrial inesperadamente subiu para 54,1 em outubro, de 53,7 em setembro, mas o PMI de serviços recuou para 53,2, de 54,1. Um nível acima de 50 indica expansão da atividade, enquanto um nível abaixo aponta contração.

Em comparação com uma pesquisa com economistas feitas pela Dow Jones, os resultados vieram mistos. As estimativas eram de PMI industrial em 52,7, PMI de serviços em 53,7 e PMI composto em 53,7.

O PMI da zona do euro é baseado em dados da Alemanha, França, Itália, Espanha, Irlanda, Áustria, Grécia e Holanda.

Alemanha

O setor privado da Alemanha se expandiu a um ritmo mais rápido em outubro do que em setembro, à medida que tanto o setor industrial quanto o de serviços registraram aumento na atividade. O índice dos gerentes de compra (PMI, na sigla em inglês), composto preliminar de outubro subiu para 56,0, de 54,7 em setembro.

O PMI de serviços avançou para 56,6, de 54,9, enquanto o PMI industrial subir para 56,1, de 55,1. Os resultados surpreenderam os economistas ouvidos pela Dow Jones, que previam que as duas medidas cairiam para 54,5. Um nível acima de 50 indica expansão da atividade, enquanto um nível abaixo aponta contração.

França

O setor privado da França se expandiu no ritmo mais lento dos últimos 13 meses em outubro, sinalizando uma desaceleração no crescimento econômico no último trimestre deste ano. O índice dos gerentes de compra (PMI, na sigla em inglês) composto preliminar de outubro caiu para 55,3, de 58,1.

O PMI de serviços recuou para 55,3, de 58,2, enquanto o PMI industrial declinou para 55,2, de 56,0. Economistas ouvidos pela Dow Jones esperavam que o PMI de serviços recuasse para 57,5 e o industrial caísse para 55,0. Um nível acima de 50 indica expansão da atividade, enquanto um nível abaixo aponta contração. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.