Setor público tem déficit nominal de R$ 5,6 bi em junho

O setor público consolidado apresentou em junho um déficit nominal de R$ 5,618 bilhões. No primeiro semestre, o déficit nominal alcançou R$ 41,558 bilhões, o equivalente a 2,12% do Produto Interno Bruto (PIB). O resultado é melhor do que o registrado no mesmo período de 2010, quando as contas do setor público registraram um déficit nominal de 2,88% do PIB (R$ 50,149 bilhões).

ADRIANA FERNANDES E FABIO GRANER, Agencia Estado

29 de julho de 2011 | 11h08

Em 12 meses até junho, o déficit nominal recuou para 2,19% do PIB, o equivalente a R$ 85,082 bilhões. Até maio, o déficit nominal em 12 meses estava 2,42% do PIB, ou R$ 93,129 bilhões.

Despesas com juros

O setor público registrou em junho gasto com juros de R$ 18,988 bilhões, de acordo com dados divulgados hoje pelo Banco Central (BC). Em junho do ano passado, essa despesa tinha sido de R$ 15,844 bilhões. No resultado do mês, o governo central teve gastos de R$ 16,330 bilhões. Os governos regionais, de R$ 2,400 bilhões. As estatais, de R$ 258 milhões.

No primeiro semestre, a despesa do setor público com juros somou R$ 119,748 bilhões, ou 6,12% do PIB. No mesmo período de 2012, essa conta tinha sido de R$ 92,205 bilhões, ou 5,29% do PIB. No resultado do primeiro semestre, o governo central teve despesas de juros de R$ 89,021 bilhões, os governos regionais, de R$ 29,096 bilhões, e as estatais, de R$ 1,631 bilhão.

Em 12 meses encerrados em junho, a despesa com juros atingiu R$ 222,912 bilhões, correspondente a 5,73% do PIB. Nesse período, o governo central teve despesas de R$ 155,416 bilhões com pagamento de juros, os governos regionais, de R$ 64,826 bilhões, e as estatais, de R$ 2,670 bilhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.