Setores ligados à economia interna seguem entre os preferidos

Setores ligados à economia interna seguem entre os preferidos

Após a Bolsa superar os 75 mil pontos esta semana, e com projeções de novas altas, analistas destacam as ações que ainda podem trazer bons retornos para os investidore

Fátima Laranjeira, Broadcast

16 Setembro 2017 | 05h00

Após a Bolsa superar os 75 mil pontos esta semana, e com projeções de novas altas, analistas destacam as ações que ainda podem trazer bons retornos para os investidores, mas com cautela, pois eventualmente pode haver uma correção no mercado. As empresas ligadas à economia interna, principalmente as de varejo, são as escolhidas pela maior parte dos profissionais. “De uma maneira geral, acreditamos que as ações ligadas ao varejo serão as primeiras beneficiadas pela retomada do crescimento”, diz Ricardo Vilhar Peretti, analista do Santander. Entre elas, o banco mantém preferência por Lojas Americanas, Cia. Hering e Carrefour.

Além disso, Peretti acredita ainda que as companhias dos setores de bens de capital, como a Iochpe Maxion, energia elétrica, como a Energisa, e financeiro, especialmente bancos, continuarão entregando melhores resultados operacionais à frente, favorecendo suas ações.

A analista Bruna Pezzin, da XP Investimentos, destaca entre os principais setores a se beneficiarem no médio prazo os de consumo, empresas mais ligadas à economia interna e também ao governo. “Tudo isso dentro de um contexto de maior foco do governo na privatização e sinais cada vez mais consistentes de recuperação nos dados de atividade, impulsionada principalmente pelo consumo.”

Vitor Suzaki, da Lerosa, também cita as ações das varejistas. “Por mais que estejam negociando perto das máximas históricas, ainda têm perspectivas positivas diante da percepção dos consumidores de maior poder de compra (com queda da inflação) e melhor dinâmica do crédito.”

Ele também destaca as elétricas, em especial as com boa distribuição de dividendos. Segundo Suzaki, a tendência de realocar investimentos para boas pagadoras de dividendos tende a ser uma nova dinâmica devido a menores retornos da renda fixa. Também para a Magliano Corretora, a retomada da atividade aliada à inflação mais baixa favorece as companhias de consumo. “Embora o mercado siga com viés de alta, não descartamos alguma correção mais forte ao longo dos próximos dias. Neste caso, o investidor deve ter cautela”, diz o analista Carlos Soares.

A corretora trocou sua carteira e indicou M. Dias Branco, São Martinho, Gerdau, Santander Unit e BB Seguridade. A perspectiva de recuperação gradual da economia foi o motivo para a escolha da fabricante de massas e biscoitos, M Dias Branco. “Há um cenário favorável de resultados para a empresa nos próximos dois trimestres.”

A Magliano acredita que a Gerdau é oportunidade de curto prazo para se posicionar em siderurgia. Sobre a São Martinho, Soares lembra que, no último trimestre, seu lucro subiu 195%. “A nossa visão é que tem potencial de valorização de curto prazo com expectativas de recuperação do preço do açúcar e do álcool.” Além disso, ele avalia que a unit do Santander está defasada em relação às ações dos outros bancos. E entende que a BB Seguridade segue se destacando, podendo ser beneficiada pela melhora gradual no nível de emprego.

Já a Coinvalores trocou Vale pela Sabesp. “Mantemos visão positiva para a revisão tarifária da companhia. A agência reguladora do Estado, Arsesp, deve divulgar o resultado em 3 de outubro e nossa expectativa é de um aumento de 4,3%, proposto inicialmente, para algo em torno de 9,6%”, afirma o analista Felipe Martins Silveira.

 TOP PICKS   
 BB INVESTIMENTOS   Preço-alvo (R$)
 Lojas Americanas PN 
 Itaú Unibanco PN 
 Vale ON 
 Petrobras PN 
 Natura ON 
   
 BRADESCO BBI   Preço-alvo (R$)
 B3 ON 
 Banco do Brasil ON 
 CVC ON  
 Klabin UNIT 
 Usiminas PNA 
   
 CITI    Preço-alvo (R$)
 Iochpe-Maxion ON 
 Lojas Americanas PN 
 Itaú Unibanco PN 
 Petrobras PN 
 Suzano PNA 
   
 COINVALORES   Preço-alvo (R$)
 São Carlos ON 
 EzTec ON 
 Sabesp ON 
 Ser Educacional ON 
 M. Dias Branco ON 
   
 GUIDE INVESTIMENTOS   Preço-alvo (R$)
 Cesp PNB 
 B3 ON 
 Petrobras PN 
 Klabin UNIT 
 Movida ON 
   
 LEROSA   Preço-alvo (R$)
 Itaú Unibanco PN 
 Klabin UNIT 
 Petrobras PN 
 BRF ON 
 B3 ON 
   
 MAGLIANO   Preço-alvo (R$)
 BB Seguridade ON 
 Gerdau PN 
 M. Dias Branco ON 
 Santander UNIT 
 São Martinho ON 
   
 PLANNER   Preço-alvo (R$)
 Engie Brasil ON 
 MRV ON 
 Taesa UNIT 
 Itaú Unibanco PN 
 Klabin UNIT 
   
 QUANTITAS   Preço-alvo (R$)
 Movida ON 
 Grendene ON 
 Hypermarcas ON 
 Guararapes ON 
 Banco do Brasil ON 
   
 SANTANDER    Preço-alvo (R$)
 Petrobras PN 
 Itaú Unibanco PN 
 Lojas Americanas PN 
 Ser Educacional ON 
 MRV ON 
   
 TERRA INVESTIMENTOS   Preço-alvo (R$)
 Petrobras PN 
 Banco do Brasil ON 
 Gerdau PN 
 CCR ON 
 BRMalls ON 
   
 XP INVESTIMENTOS   Preço-alvo (R$)
 Lojas Americanas PN 
 Marcopolo PN 
 Usiminas PNA 
 Banrisul PNB 
 Petrobras PN 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.