Seus direitos

Aumentos inexplicadosEm set/03 aderi ao plano coletivo de saúde SulAmérica, via Assoc. de Funcionários Públicos do Estado. Na ocasião, a mensalidade, minha e de dependentes, somava R$ 1.245,45. Passados 3 anos e 9 meses, informaram de que a partir de 1.º/8 a mensalidade será de R$ 2.763 (aumento de 121,9%). Só neste ano houve dois aumentos: 11,96%, em janeiro (uma tal de ?sinistralidade?), e 7,91% (reajuste anual). Nesse tempo, o aumento com algum sentido foi o de mudança de faixa etária de minha mulher, que fez 60 anos em out/03. O outro foi atribuído à obscura e misteriosa ?sinistralidade? (relação entre receita/despesa do seguro-saúde de planos coletivos - sic), cujas contas não são divulgadas. Além do aumento das mensalidades, o serviço piorou, pois perdemos direito a vários hospitais, como Sírio-Libanês, PS do Oswaldo Cruz, e restrições no Incor, onde só permitem cirurgias cardíacas. Não sei se os aumentos foram autorizados pelo governo, mas são insuportáveis, principalmente para pessoas como nós, que, tendo passado dos 60 anos, temos grandes dificuldades em mudar de plano. VICENTE A. V. GIRARDICapitalA SulAmérica responde:"A apólice coletiva de seguro-saúde à qual o leitor pertence prevê a aplicação de reajustes nas seguintes situações: anual, por sinistralidade, e por faixa etária. Assim, os índices questionados estão de acordo com as condições gerais da apólice e constam da proposta de adesão assinada com a associação. Quanto à questão da alteração da rede (prevista em contrato), ocorre de acordo com a lei."O leitor comenta:É óbvio que os reajustes estão de acordo com a apólice coletiva - uma verdadeira armadilha, pois propicia aumentos absurdos como o da ?sinistralidade?, fator misterioso e inacessível ao usuário. Não questiono esse aspecto, e sim a liberdade da seguradora de aplicar o reajuste que quiser, com anuência das associações seguradas, sem que se questione. Ou é normal um reajuste de 121% em 3 anos e 9 meses, se comparado à inflação no período?Remédios pela internetNo dia 13/7, tentei utilizar o sistema de compras online da Drogaria Onofre; o site é confuso mas tem bons preços, e prometem entrega em 4 horas. Sofro de inflamação e dores na perna, portnto achei prático comprar remédios pelo site. ao meio-dia, mas às 16h30, após longa espera no Atendimento, soube que, por ?problemas técnicos?, a ordem havia entrado no sistema às 12h40, o que causaria uma demora adicional de 2 horas (isso com pedido de prioridade). Claro que nem mais tarde recebi o pedido. Liguei para o Televendas e fui transferido para o SAC, onde só se ouve música. Tive de ir eu mesmo, às 19h30 e com dor, comprar o remédio em outra farmácia. JOSÉ F. SOUZA Freguesia do ÓA Droga Onofre responde:"Por causa de problema no sistema, a geração do pedido via net atrasou, atrasando a entrega. Contatamos o cliente, mas ele optou por cancelar. Lamentamos o fato e tomamos medidas para que não se repita, pois primamos pela qualidade do atendimento. Estamos à disposição para esclarecimentos."Clínica descredenciadaEm fev/06, a Samcil me transferiu para o Gastro Obeso Center, para avaliar minha necessidade de cirurgia de obesidade mórbida (septação gástrica/redução de estômago). Passei por consultas, avaliações e exames, enquanto esperava terminar a carência do convênio. Após esse tempo, e a constatação de necessidade da cirurgia pela avaliação, recebi a guia de autorização para fazer a cirurgia no dia 22/6, com direito a internação. No entanto, devido ao sistema de cotas do convênio com a clínica, a cirurgia foi adiada para 27/7, e quando fui à clínica para mais uma consulta soube que o convênio a descredenciara, e ela só poderia atender casos encaminhados pela Samcil, com data prevista para 19/7. Até agora (11/7) não recebi resposta do convênio. Faltam poucos dias para a data marcada, e não sei se serei operada, onde e quando. O convênio é abusivo e desrespeitoso, pois mudou o sistema sem aviso e descredenciou clínicas sem comunicar, enquanto pago por um serviço que não me dá informações. VANDA APARECIDA LIMA OLIVEIRALargo do SocorroA Samcil responde:"A cirurgia na Clínica Gastro Obeso foi marcada para 27/7. A leitora foi informada."?Compra? de clínicaOs associados da ?finada? Interclínicas continuam seu calvário: primeiro ficamos sem atendimento, por causa do descredenciamento de vários médicos e hospitais. Após meses de suspense, fomos ?comprados? pela Saúde ABC, desconhecida, que no futuro mostraria não ter condições de absorver a carteira da Inter (que antes de desaparecer mudou o nome para Inter Saúde). Passado um tempo, e sem aviso, passamos a receber os boletos de cobrança em nome da Avimed, sem mais nenhuma informação. O manual de informação ao cliente é o mesmo de antes, emitido pela empresa anterior. Só o que mudou foi o cartão de associado (em que a data de nascimento de minha mulher veio errada). Os hospitais credenciados caíram de nível, e a maioria dos médicos fica em bairros distantes ou cidades vizinhas. Meu cardiologista pediu vários exames que dependem de autorização da Avimed.Tenho 63 anos, sou hipertenso, e já sofri ataque isquêmico transitório (AIT). No dia 3/7 enviei fax à Avimed pedindo os exames, mas no dia 6 o SAC informou que não o recebeu e pediu para eu reenviar o pedido e os contatasse em 2 horas; fiz o que pediram , mas até às 17 hs eles não o haviam recebido, e o expediente do SAC vai até às 17 hs de 2.ª a 6.ª feira. No dia 10, às 11h20, informaram que mais uma vez o fax não chegara. Liguei para a ANS, que me sugeriu enviar o pedido por carta registrada, com aviso de recebimento. É brincadeira? SÉRGIO ROBERTO RODRIGUESParaísoA Avimed Saúde responde:"Após a compra da carteira de clientes da Saúde ABC pela Avimed, houve um curto período de reestruturação dos serviços. Sobre a questão específica do pedido de guias para os procedimentos de Holter, Ecocardiograma e Teste Ergométrico,acreditamos ter ocorrido um lamentável desencontro de informações, já corrigido no SAC. O sr. Sérgio enviou o documento no dia 6 às 15h18, digitalizado e gravado no sistema pelo analista em até duas horas após a transmissão. A liberação dos procedimentos ocorreu no dia 10 às 17h40, dentro do prazo de dois dias úteis determinado. Quanto ao atendimento administrativo, ele é feito no período das 8 às 18 hs, de 2.ª a 5.ª feira, e das 8 às 17 às 6.ªs. Lamentamos o transtorno, esperando reverter a imagem negativa pelo atendimento."Bom atendimento Obrigada à equipe do Hospital D. Antônio Alvarenga, Ipiranga, pela competência e carinho para com meu marido, José Nunes da Silva, até sua morte. Agradeço a funcionários, enfermeiros/as, fisioterapeutas e médicos, principalmente ao dr. Marcílio Vaidotas, e ao plano Classes Laboriosas, que nos atende há 25 anos.EDA MARY BERNARDI DA SILVA - IpirangaServiçoProcon: Consultas e queixas: tel. 151 Cadastro e pesquisas: 3824-0446Ouvidoria: 3826-1457Idec: (Instituto de Defesa do Consumidor)tel: 3874-2152Inmetro: Ipem: (Instituto de Pesos e Medidas)tel. (0800) 013-05-22ouvidor-ipem@ipem.sp.gov.brAndif: tel: 3106-1537E-mail: andit.dir@uol.com.brPro Teste: Associação Brasileira de Defesa do ConsumidorRio de Janeiro: tel/fax: (021) 3003-3828E-mail: proteste@proteste.org.br

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.