SFH: reajuste para planos de equivalência salarial

Os mutuários do Sistema Financeiro da Habitação (SFH), que têm contrato vinculado ao Plano de Equivalência Salarial por Categoria Profissional (PES-CP) e data-base salarial em abril ou maio, pagarão este mês prestações corrigidas com os seguintes porcentuais: 6,93%, o mutuário que tem data-base em abril e carência de 60 dias para o repasse à prestação; e 6,42%, quem tem data-base em maio e prazo de 30 dias para o repasse.Os porcentuais de aumento correspondem à Taxa Referencial (TR) acumulada nos 12 meses anteriores ao mês de reajuste salarial do mutuário, mais 3% de produtividade. Quem não obteve correção equivalente no salário no mês da data-base poderá pedir ao banco a revisão do cálculo da prestação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.