Shell compra parte da Siemens em parceria de energia solar

O grupo de energia Royal Dutch Shell anunciou hoje planos de comprar a participação de seus parceiros na joint venture de painéis de energia solar, que será integrada ao grupo num prazo de seis meses. Os parceiros da joint venture são a divisão Renewables, da Shell (33% de participação), Siemens AG (34%) e a E.On (33%), companhia alemã de energia. A Shell vai operar a unidade com o nome Shell Solar. Segundo a companhia, "a nova empresa terá 15% do mercado". Não foram divulgados detalhes financeiros da negociação que, para a Shell, mostra a importância que a companhia dá às novas fontes de energia como a eólica e solar.De acordo com agência Dow Jones, quando a Siemens e Shell Solar Gmb - como o negócio era chamado - entrou em operação, em abril de 2001, a Shell já tinha a opção de tornar-se acionista majoritária, num estágio posterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.