Shell lucra US$ 1,5 milhão por hora de janeiro a março

A companhia petrolífera anglo-holandesa Shell anunciou nesta quinta-feira que acumulou ganhos de US$ 6,09 bilhões no primeiro trimestre deste ano. O lucro é superior ao obtido durante o mesmo período do ano anterior, de US$ 5,46 bilhões, e foi impulsionado, principalmente, pela alto nos preços do petróleo. Segundo a empresa, o montante equivale a uma receita de US$ 1,5 milhão por hora.Ainda, segundo a companhia, os lucros poderiam ter sido maiores se a companhia não tivesse sido prejudicada pelos ataques dos rebeldes separatistas do Delta do Níger, na Nigéria, que impediram a distribuição diária de 165 mil barris de petróleo.O custo do petróleo aumentou no mundo todo, até chegar aos US$ 75por barril. A escalada foi resultante das tensões internacionais geradas pelo programa nuclear do Irã e pelos ataques dos separatistas nigerianos.Segmentos A empresa informou também que seu negócio de gás liquidificado registrou um aumento recorde de vendas no primeiro trimestre do ano - um total de US$ 765 milhões frente a US$ 476 milhões em 2005. O departamento de produtos derivados, como gasolina, viu-se, por outro lado, prejudicado, pelas menores margens de refino: os lucros caíram um terço, até US$ 1,33 bilhão.Estratégia Quanto à sua estratégia empresarial, a companhia petrolífera prognosticou "um grau de atividade sem precedentes", e antecipou que planeja explorar o equivalente a 20 bilhões de barris de petróleo até o fim da década.A Shell, que prevê aumentar sua produção de 3,8 milhões de barris para 4 milhões em 2009, indicou também que investirá este ano US$ 5 bilhões na recompra de suas próprias ações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.