Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Shows e partidas de futebol começam a chegar às telas

A mudança da tecnologia usada nas salas de cinema da película para o digital está abrindo novas oportunidades de negócios para o setor exibidor que vão além do 3D. Empresas como a distribuidora MovieMobz apostam no chamado conteúdo alternativo, que inclui a exibição de shows, concertos e até mesmo partidas de futebol.

, O Estado de S.Paulo

19 de setembro de 2010 | 00h00

"A previsão é que o conteúdo alternativo fature US$ 1 bilhão em todo o mundo em 2014. Como a participação do Brasil no bolo do cinema é de 3,5% a 4%, em tese isso vai gerar receitas entre US$ 35 milhões e US$ 40 milhões no País em 2014", estima o diretor da MovieMobz, Fábio Lima.

Em outubro, a empresa distribuirá a nova temporada do Metropolitan Opera, de Nova York, ao vivo para mais de 20 salas em dez cidades brasileiras. "Como é um conteúdo especial, o valor médio do ingresso é maior. Em São Paulo, vai custar R$ 60", diz Lima. Segundo ele, em todo o mundo, a temporada será transmitida para 1,3 mil salas.

Outra oportunidade é a exibição de jogos de futebol ao vivo. Segundo Lima, no México, os jogos da seleção daquele país foram exibidos em 116 salas na última Copa. O empresário afirmou que, no Brasil, o projeto só não vingou porque a empresa detentora dos direitos de transmissão não permitiu a exibição. "Na Inglaterra, as pessoas assistem às partidas no cinema bebendo cerveja", conta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.