Siderurgia brasileira deve investir US$ 23 bi até 2012

A produção brasileira de aço deve atingir 52 milhões de toneladas em 2012 e, para isso, o setor deve investir neste período US$ 23 bilhões. Outros US$ 15,6 bilhões estão em estudo para depois de 2012, informou o presidente do Instituto Brasileiro de Siderurgia (IBS), Rinaldo Campos Soares, durante o lançamento, em Brasília, do documento "Siderurgia Brasileira: Princípios e Políticas".Para este ano, a previsão do IBS é a de que o Brasil deve produzir 34 milhões de toneladas de aço bruto. Segundo Soares, se todos os investimentos anunciados se confirmarem, a produção poderá chegar a 80 milhões de toneladas no futuro. Ele, no entanto, não quis traçar uma expectativa de tempo.Ao comentar os números, Soares aproveitou para rebater as declarações feitas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva na semana passada, em Vitória. Durante a inauguração das obras de ampliação da siderúrgica ArcelorMittal Tubarão, Lula reafirmou que o Brasil tem um poderio de minério como nenhum outro país e deveria estar produzindo pelo menos 100 milhões de toneladas de aço. "Só podemos chegar a este valor se tiver mercado interno, porque nenhuma siderúrgica vai produzir aço para abastecer o mercado externo", disse Soares, comentando a afirmação do presidente Lula.O IBS informou que o Brasil deve produzir 34 milhões de toneladas de aço bruto este ano, enquanto o consumo interno é de 22 milhões de toneladas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.