Juros

E-Investidor: Esperado, novo corte da Selic deve acelerar troca da renda fixa por variável

Siderúrgicas chinesas querem preço do minério no nível de 2007

Sexta maior fabricante de aço da China, a Shougang Iron & Steel informou nesta quarta-feira que as siderúrgicas chinesas somente aceitarão preços globais de minério de ferro próximos dos níveis de 2007, o que daria margens de lucro razoáveis tanto para elas como para as mineradoras. As siderúrgicas chinesas e grandes mineradoras globais estão em negociações anuais para estabelecer os preços do minério de ferro. Para as siderúrgicas, as mineradoras estão demorando para tomar uma decisão na esperança de que a demanda se recupere. "Eu acho, primeiramente, que nós apenas poderemos discutir os preços precisos com base nos níveis de 2007", afirmou Zhu Jimin, presidente da Shougang Group, a repórteres. Isso significa um corte de 50 por cento em relação aos preços do ano passado das principais fornecedoras BHP Billiton, Rio Tinto e Vale. "O preço deve dar às mineradoras algum lucro para o seu desenvolvimento sustentável, e também deve estar em um intervalo capaz de ser tolerado pelas siderúrgicas. Um preço que prejudica o interesse de um dos lados levará à desordem na indústria", acrescentou ele. O setor siderúrgico da China, considerado o maior do mundo, tem sido fortemente afetado pela desaceleração global, conforme a demanda por navios, carros e construção caiu acentuadamente. Ainda que não tenha oferecido ajuda direta às siderúrgicas, o governo tem auxiliado indiretamente o setor por meio de um pacote de estímulo de 4 trilhões de iuanes (585 bilhões de dólares). Pequim também recomenda às companhias investirem no exterior, enquanto os preços das commodities e dos ativos estão em baixa. A Shougang está acompanhando de perto o programa. Pequim comprou cerca de 40 por cento da mineradora australiana Mount Gibson Iron Ore Ltd em dezembro por meio de duas subsidiárias listadas na bolsa de Hong Kong, a Shougang Concord International Enterprises Co Ltd e a APAC Resources Ltd. Zhu disse que a companhia não planeja aumentar sua participação na Mount Gibson, mas pretende investir entre 700 milhões e um bilhão de dólares em seu projeto na mineradora peruana Shougang Hierro Peru. Sob o plano de estímulo, Shougang recentemente ganhou um contrato para fornecer 310 mil toneladas de aço, parte de um acordo de 500 mil toneladas para construção de oleodutos e gasodutos, disse Zhu. Siderúrgicas também se beneficiarão dos planos da China de expandir o sistema ferroviário e a indústria maquinária, completou ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.