Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Siderúrgicas da China querem comprar direto com mineradoras

Insatisfação com aumento dos preços do minério no mercado à vista fazem chineses procurar fornecedores

Marcílio Souza, da Agência Estado,

14 de agosto de 2009 | 15h34

A siderúrgica chinesa Hebei Jingye Iron & Steel Group publicou um anúncio no caderno de negócios do jornal australiano The Australian nesta sexta-feira, 14. Isso é incomum e sinaliza a disposição das pequenas e médias fabricantes de aço da China de negociarem diretamente com as fornecedoras de minério de ferro.

 

"Estamos interessados na compra de minério de ferro australiano diretamente de mineradoras australianas", diz o anúncio, que acrescenta que está convidando fornecedoras de minério australianas a encaminharem expressões de interesse no estabelecimento de "relações cooperativas de longo prazo" com a siderúrgica.

 

Além de pontuar a insatisfação com relação ao aumento dos preços do minério no mercado à vista da China, o anúncio coincide com um momento em que cresce a preocupação entre os fabricantes de que o país poderá reduzir ainda mais a quantidade de licenças de importação de minério.

 

A China é o maior fabricante de aço e importador de minério de ferro do mundo. Entretanto, apenas 112 companhias, a maior parte delas grandes siderúrgicas e tradings, têm permissão para importar minério de ferro, ao passo que há mais de 700 fabricantes de aço no país.

 

A maior parte das empresas pequenas e médias é obrigada a comprar minério no mercado à vista, onde o preço é muito mais alto do que as cotações dos contratos de longo prazo. O preço do minério à vista saltou de US$ 58 em abril para US$ 115 por tonelada em agosto.

 

A Vale já fechou acordos com 38 pequenas siderúrgicas chinesas, que juntas importarão cerca de 50 milhões de toneladas de minério este ano. Analistas afirmam que muitas empresas assinaram acordos semelhantes com a Rio Tinto. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinaaçoferrosiderúrgica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.