Siemens demite 1,1 mil no setor de energia

A gigante alemã Siemens vai cortar 1,1 mil empregos do seu setor de energia em seu país de origem até 2014, informou ontem um porta-voz da companhia. Segundo ele, três quartos dos cortes de empregos serão realizados na divisão de geração de energia de combustíveis fósseis, que tem 10,4 mil empregados no país, e o restante será efetuado na divisão de petróleo e gás, que emprega 3,2 mil pessoas. O objetivo da companhia é reduzir os custos da divisão de energia em cerca de US$ 7,8 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.