Siemens deve cortar 15 mil vagas de emprego, diz jornal

O conglomerado industrial Siemens planeja cortar cerca de 15 mil vagas de empregos em todo mundo, sobretudo nos segmentos de distribuição e administração, segundo o jornal alemão Handelsblatt, citando fontes não identificadas. Em outra publicação alemã, o jornal Die Welt, o presidente-executivo da empresa, Peter Loescher, afirmou que a Siemens pretende evitar as demissões forçadas.Loescher afirmou que os planejados cortes de emprego serão feitos da forma mais socialmente responsável possível, mas admitiu que eles são inevitáveis. A Siemens espera economizar no mínimo 1,2 bilhão de euros (US$ 1,86 bilhão) em custos administrativos por ano, mas não forneceu mais detalhes sobre os cortes planejados."Nós vamos fazer um anúncio sobre as medidas em breve. Estamos negociando com os representantes dos trabalhadores", declarou um porta-voz da empresa. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.