Siemens planeja cortar 17,2 mil vagas no mundo

A Siemens planeja cortar 17,2 mil empregos em todo o mundo, como parte de uma orientação abrangente para reduzir sua estrutura de custos, disse à agência Dow Jones uma fonte próxima ao assunto. Desse total, as unidades setoriais da companhia alemã responderão por 13,2 mil demissões, segundo a fonte.A divisão de indústria demitirá 6,8 mil pessoas; a de energia, 4 mil; e a de cuidados médicos, 2,8 mil. As operações regionais terão 1,8 mil cortes, assim como as funções transetoriais, segundo a fonte.Nesta sexta-feira, a Siemens informou que no dia 7 de julho vai discutir medidas para reduzir os gastos administrativos, gerais e de vendas. Porém, os cortes de postos de trabalho incluem os relativos a outras medidas, como as do programa de reestruturação que a empresa chama de "Mobilidade em Movimento".O conglomerado alemão planeja reduzir os gastos administrativos, gerais e de vendas em 10%, ou 1,2 bilhão de euros (US$ 1,890 bilhão), para menos de 11 bilhões de euros (US$ 17,324 bilhões), até o ano fiscal de 2010. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.