Simples terá fiscalização reforçada

A Receita Federal, Estados e municípios vão se unir este ano para fiscalizar empresas aceitas no Super-Simples, como ficou popularmente conhecido o sistema simplificado de pagamentos de tributos para micro e pequenas empresas. Uma resolução do Comitê Gestor do Simples Nacional será editada até o fim deste mês, regulamentando os procedimentos conjuntos de fiscalização. Depois do primeiro semestre de implantação do sistema, que alcança tributos federais, estaduais e municipais, o novo modelo entra em 2008 na fase de ajuste fino e consolidação da regulamentação, com ampliação da integração entre Receita Federal e administrações tributárias dos Estados e dos grandes municípios. ?Serão seis olhos voltados para os contribuintes?, disse o secretário-adjunto da Receita Federal, Paulo Ricardo Cardoso. Segundo ele, a estratégia de fiscalização será traçada em conjunto. Fiscais dos Estados poderão trabalhar separados ou em ações compartilhadas com a Receita e os municípios. As três esferas de governo poderão ?vigiar? os contribuintes pelo portal do Simples Nacional na internet. ?Juntos vamos ampliar muito o poder de fiscalização.? Nessa fase inicial, afirmou Cardoso, uma atuação forte da fiscalização tem papel importante para as administrações tributárias elevarem o ?risco? para os contribuintes. ?É um processo educativo.? As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

ADRIANA FERNANDES, Agencia Estado

02 de janeiro de 2008 | 08h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.