Simulador da bolsa recebe 2,2 mil inscrições

Para não correr o risco de perder investidores por falta de educação financeira, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) lançou na semana passada o SimulAção, um simulador online de investimentos. Em dois dias, a bolsa já registrou 2,2 mil pessoas cadastradas.

Roberta Scrivano, O Estado de S.Paulo

19 de julho de 2010 | 00h00

"Estamos oferecendo ferramentas e instruções sobre como funciona o investimento em ações", comenta Patrícia Quadros, gerente dos programas de popularização da bolsa. No SimulAção, os participantes têm a oportunidade de simular gratuitamente decisões de investimento com base em informações reais do mercado, como se estivessem conectados a um home broker.

"O novo simulador permite que os participantes montem suas carteiras com qualquer um dos 635 papéis autorizados para negociação. Esses papéis representam as 373 empresas listadas atualmente na BM&FBovespa", explica Patrícia.P

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.