Sindicais e CVM discutem proteção aos recursos do FGTS

As centrais sindicais irão se reunir nesta quinta-feira, dia 22, com o presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Marcelo Trindade, para discutir um mecanismo de proteção na aplicação dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), proposta pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A reunião está marcada para as 15 horas, na sede da entidade, na região central do Rio de Janeiro.Os sindicalistas temem que a aplicação de recursos do FGTS em setores de infra-estrutura possa trazer prejuízos ao trabalhador. Por isso, as centrais defendem que o trabalhador tenha a liberdade de optar ou não pelo investimento.Para o presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, a intenção é assegurar o dinheiro do trabalhador. "Não podemos aceitar as medidas propostas pelo governo federal, queremos uma alternativa", defende o presidente da Força Sindical.Outro ponto a ser debatido na reunião é a criação de um fundo de investimentos. "Vamos apresentar uma proposta de um fundão de investimento, composto por todas as centrais", adianta.Além da Força Sindical, a reunião na CVM deverá contar também com a presença de representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), da Confederação Geral dos Trabalhadores (CGT), da Social Democracia Sindical (SDS), da Central Autônoma dos Trabalhadores (CAT) e da Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB). Representantes da Bolsa de Valores de São Paulo também foram convidados para o encontro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.