Sindicalistas se reúnem com interventor do BC no Banco Santos

No final da manhã de hoje, chegaram na sede do Banco Santos dirigentes do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região para realizar a primeira reunião com o interventor do Banco Central na instituição, Vânio Aguiar. Participam do encontro a secretária-geral da entidade, Juvandia Moreira Leite, a diretora Ana Paula Silva e técnicos dos departamentos Jurídico e Econômico do sindicato."Nossa expectativa é positiva. Vamos tratar de vários assuntos importantes como o desbloqueio dos salários da maioria dos funcionários, o futuro dos empregos dos 320 bancários da instituição e o pagamento da Participação de Lucros e Resultados (PLR)", comentou Juvandia."Vamos ter o primeiro contato com o interventor e expor a ele todas nossas preocupações para que os direitos dos bancários sejam preservados e fiquem seguros para exercer suas atividades diárias", disse Ana Paula.No dia 12 de novembro, quando ocorreu a intervenção do BC, os salários dos funcionários referentes à primeira parcela dos vencimentos de outubro foram depositados em suas contas correntes no Banco Santos. Quem aplicou no mesmo dia seus recursos em contas ou fez aplicações em suas contas de outros bancos, conseguiu ter acesso ao dinheiro normalmente. Segundo o sindicato, porém, a grande maioria dos funcionários do banco não fez a transferência e não pôde ter acesso ao dinheiro. Como a intervenção foi decretada pelo BC na noite daquele dia, muitos funcionários estão com as aplicações de suas contas bloqueadas.Segundo Juvandia, há a apreensão também com a liberação da segunda parcela referente aos salários do mês passado e com o pagamento da PLR, dado que os funcionários já estavam esperando o recebimento destes recursos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.