Sindicato propõe aos auditores manutenção da greve

Unafisco vai sugerir em assembléia nesta sexta que trabalhadores rejeitem proposta salarial do governo

Renata Veríssimo, da Agência Estado,

17 de abril de 2008 | 12h50

Em nota distribuída nesta quinta-feira, 17, o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Unafisco) informa que vai propor a manutenção da greve, nas assembléias que realiza nesta sexta, nas quais sugere que seja rejeitada a proposta salarial do Ministério do Planejamento. Veja também:Suspensão do corte do ponto de auditores pode manter greve O Unafisco afirma, na nota, que a liminar do Superior Tribunal de Justiça (STJ) suspendendo o corte dos dias parados ratifica a legitimidade da greve. "A decisão tem um significado todo especial para os auditores, tendo em vista que reflete a compreensão do magistrado" (o ministro do STJ Napoleão Maia Filho, que concedeu a liminar) "em relação ao movimento, já que a greve foi o último recurso utilizado pela classe para buscar o atendimento de suas reivindicações depois de mais de sete meses de negociação", diz a nota. Segundo o Unafisco, os auditores estão dando exemplo de mobilização ao não retrocederem mesmo com a decisão do Ministério do Planejamento de descontar os dias parados. A liminar do STJ vale até que a Terceira Seção do tribunal analise o mérito do mandado de segurança, ou até que o governo consiga cassar a medida cautelar.

Tudo o que sabemos sobre:
GreveReceita Federal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.