Sindicatos ligados à Força apostam na negociação

Ao contrário dos sindicalistas da CUT, os sindicatos de aeroviários ligados à Força Sindical apostam na negociação para chegar a um acordo sobre o reajuste salarial.

O Estado de S.Paulo

14 de dezembro de 2011 | 03h04

Segundo Uébio José da Silva, presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Aéreos, a Força já solicitou uma audiência de conciliação ao Ministério Público do Trabalho, caso fracassem as conversas com o Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (Snea).

Os sindicatos da Força têm reunião com o Snea na manhã de sexta-feira. Na quinta-feira, farão manifestação contra a proposta de reajuste abaixo da inflação nos aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e Santos Dumont, no Rio. / MARCELO REHDER

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.