Sinopec confirma negociação com a OGX

Negócio envolve compra de fatia em campo de petróleo em águas profundas

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

23 de agosto de 2010 | 10h08

O chairman da China Petroleum & Chemical Corp. (Sinopec), Su Shulin, confirmou que a companhia está em conversações com a OGX Petróleo e Gás Participações para comprar uma fatia em um campo de petróleo em águas profundas no Brasil, sem fornecer mais detalhes.

O jornal chinês 21st Century Business Herald afirmou na quarta-feira passada que a Sinopec e a China National Offshore Oil Corporation (CNOOC) estavam mantendo conversações separadas com a OGX para comprar uma participação de 20% em um campo de petróleo na Bacia de Santos.

Shulin afirmou também que a Sinopec está estudando comprar mais ativos de sua matriz, a China Petrochemical Corp..

Segundo o diretor do escritório financeiro da Sinopec, Wang Xinhua, as margens de refino da companhia em julho e agosto permaneceram no mesmo nível do segundo trimestre, de cerca de US$ 5 por barril.

A companhia informou no domingo que seu lucro líquido aumentou 6,7% no primeiro semestre deste ano, para 35,46 bilhões de yuans (US$ 5,2 bilhões), de 33,25 bilhões de yuans no mesmo período do ano passado, puxado pelos preços do petróleo e pelas vendas de combustível que compensaram as margens de refino mais baixas.

O lucro líquido da divisão de refino recuou 71% no primeiro semestre, para 5,69 bilhões de yuans (US$ 836,82 milhões), de 19,90 bilhões de yuans no mesmo período de 2009, como resultado do aumento dos custos do combustível e as medidas de controle do governo sobre os preços dos combustíveis. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.