Sistema de metas pode ser aperfeiçoado, diz Palocci

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, disse que um sistema de metas de inflação tem sempre que passar por aperfeiçoamentos. Ele deu essa declaração em resposta a uma indagação do senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN). Ele questionou o ministro sobre se a eficácia da política monetária está hoje concentrada apenas nas questões da economia, destacando que no mercado há concorrência para definição de preços. Palocci comentou que a política monetária não tem, realmente, como evitar reajustes de preços previstos em contratos de concessão de serviços públicos, e nem mesmo de insumos que têm seus preços atrelados ao comportamento do mercado internacional, como o caso do petróleo. Em função disso, o ministro reconheceu que o assunto merece ser debatido com profundidade. Palocci na mesma sessão da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado defendeu a manutenção do superávit primário do setor público em 4,25% do PIB no próximo ano e no longo prazo. Na visão do ministro, esse seria o superávit adequado para contribuir com a estabilização e redução da evolução da dívida líquida do setor público em relação ao PIB.

Agencia Estado,

30 Março 2004 | 14h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.