Site da Bovespa espera aumentar acessos

Está no ar desde o dia 1º de setembro o novo site da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Com as mudanças, é possível acompanhar as cotações das ações negociadas no pregão, além de novos gráficos dos índices do Ibovespa, IBX e IEE. De acordo com o gerente de marketing da Bolsa, Luis Abidal, a estrutura do site permite novas portas de acessos que tornam as consultas mais rápidas. A apuração de Nívea Vargas verificou que, dentre os novos serviços, estão as cotações de todas as ações negociadas no pregão, com um atraso de 15 minutos em relação ao tempo real. Anteriormente, essas informações estavam disponíveis para consulta apenas no final do dia, após o fechamento do mercado. Outro grande atrativo são os gráficos do volume negociado no pregão dos índices Ibovespa - Índice que mede a valorização das 51ações mais negociadas da Bovespa -, IBX - Índice que apresenta as 100 ações com o maior valor de mercado - e IEE - Índice que indica a valorização de ações das empresas do setor elétrico - mostrados em tempo real e com as indicações dos número de abertura, mínimo, máximo e a média de pontos do dia. Em tempo real, constam também a quantidade e volume de negócios realizados. Além disso, o internauta terá a opção de personalizar a página para que tenha acesso somente a informações que lhe interessarem. "Antes da alteração, eram registradas 150 mil visitas por mês. A previsão agora é de que esse número dobre em função, principalmente, das informações que os internautas terão à disposição sobre as cotações das ações quase que em tempo real", afirma Abidal. Futuro acompanhamento de empresasAinda, de acordo com o gerente de marketing, há previsões de complementação na página com relação a informações sobre as empresas listadas na Bovespa. "Está em fase de estudos a implantação de um serviço que disponibilizará ao usuário os balanços dos resultados das empresas". Esse balanço é exigido pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e, atualmente, só está disponível no site da Comissão e para quem comparecer à Bovespa requisitando esses dados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.