Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Site de Ministério abre espaço para queixas

Os consumidores terão a partir de hoje um canal na internet para relatar ao Ministério da Justiça os eventuais problemas de atendimento que enfrentam nos call centers das empresas prestadoras de serviços públicos, como telefonia, água e luz. A página do Ministério trará um link para registro das queixas.Segundo a secretária de Direito Econômico do Ministério da Justiça, Mariana Tavares de Araújo, a medida visa pressionar empresas a se ajustarem às regras do decreto que disciplinou o funcionamento dos serviços de atendimento ao consumidor (SACs) das empresas, em vigor desde dezembro do ano passado. O relato dos consumidores não terá validade de uma reclamação registrada nos Procons. Os registros feitos no link do Ministério, porém, serão utilizados pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), ligado à SDE, como informações complementares às denúncias feitas aos Procons. A secretária afirmou que não há interesse de afetar a imagem das empresas. "O que queremos é as regras do SACs sejam seguidas."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.