finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Site do 'Estadão' bate recorde de visualizações

Em pleno feriado de 9 de julho, foram 6,1 milhões de pageviews e 1,8 milhão de usuários, ou 6% da audiência mensal

O Estado de S. Paulo

12 de julho de 2014 | 18h01

O site do Estadão bateu recorde de audiência. No dia 9 de julho, em pleno feriado, o estadão.com.br registrou 6,1 milhões de pageviews – um “pageview” é uma visualização de página na web. No mesmo dia, o site recebeu 1,8 milhão de usuários únicos – o que significa que 1,8 milhão de telas diferentes (sejam computadores de mesa, tablets ou celulares) visualizaram o portal. Num só dia, o Estadão teve 6% da audiência que tem tido mensalmente – a média mensal mais recente é de 111,4 milhões de pageviews e 14,4 milhões de usuários únicos. Os dados são da ferramenta Google Analytics, usada por todos os sites para aferir o desempenho.

Do total de acessos ao site, 47% vieram de dispositivos móveis e 46% foram originados a partir de desktops (computadores de mesa) e notebooks. O restante, pouco mais de 7%, veio dos tablets. Também no feriado, o Estadão bateu recorde nas redes sociais. Os posts no Facebook atingiram 12,6 milhões de pessoas. No Twitter, as postagens do site foram visualizadas por 6,3 milhões.

“A derrota da seleção brasileira e o avanço dos argentinos despertaram muito interesse dos leitores. As redes sociais, neste caso, foram o chamariz para o noticiário. Isso explica o grande acesso vindo dos telefones celulares”, afirma Luis Fernando Bovo, editor executivo de conteúdos digitais do Estadão

Os conteúdos mais acessados no dia 9 de julho foram a transmissão do jogo Argentina e Holanda, a repercussão do vexame do Brasil diante da Alemanha e o aplicativo #EstadãonaCopa, parceria inédita com o Laboratório de Cibercultura (Labic) da Universidade Federal do Espírito Santo que traz tudo o que os leitores estão comentando sobre a copa nas redes sociais. 

“Os dispositivos móveis desempenham papel cada vez mais importante na composição da audiência. Mesmo longe dos computadores, em feriados e fins de semana, os leitores permanecem conectados o tempo todo com os smartphones. E os sites devem estar preparados para isso”, diz Luciana Assis Cardoso, gerente de tecnologia de conteúdos do Estadão.

Em maio, o estadão.com.br já havia batido recorde de visitantes únicos em um mês: 15 milhões, de acordo com a medição do Google Analytics. O número representa aumento de 42% em relação ao mesmo mês do ano passado e de 3% em comparação com abril deste ano.

“Temos colhido bons frutos desse aumento de audiência no site do Estadão, tanto em conquista de novos clientes, como no relacionamento com nossa base de assinantes. Certamente com um excelente conteúdo, novos recursos e interatividade, nos preparamos para o futuro dessa indústria, atendendo as necessidades do nosso principal ativo: nosso leitor”, diz Débora Huertas, gerente de aquisição e fidelização.

O crescimento é resultado de uma série de investimentos, que culminou com a entrada no ar em 31 de maio da nova versão do site. Mais organizada, interativa e fácil de compartilhar, ela foi bem recebida nas redes sociais e rendeu centenas de comentários positivos de usuários do Twitter, Facebook, Instagram e Google+.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.