André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Situação do Estado do Rio é 'terrível', diz Moreira Franco

Secretário-executivo do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) destacou que, além das contas normais, o Rio precisa gastar com os Jogos Olímpicos

Luciana Nunes Leal e Vinicius Neder, O Estado de S.Paulo

20 Junho 2016 | 10h39

RIO - O secretário-executivo do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Moreira Franco, afirmou na manhã desta segunda-feira que o Estado do Rio está em uma "situação terrível". A análise foi feita por ele para justificar a decretação do estado de calamidade pública, anunciado na sexta-feira passada pelo governo fluminense. Segundo Moreira, além das contas normais, o Estado do Rio precisa gastar com os Jogos Olímpicos.

"O governo do presidente Michel Temer não vai aceitar que paguemos um mico internacional", afirmou Moreira, na abertura de um evento na Fundação Getúlio Vargas (FGV), no Rio.

Moreira destacou que quem está cuidando da renegociação das dívidas dos Estados com a União é o Ministério da Fazenda. O secretário também evitou comentar se outros Estados poderiam adotar a mesma estratégia de decretar estado de calamidade. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.