SKF, Boeing e 3M ampliam investimentos

O grupo SKF, um dos maiores em rolamentos, vedações, sistemas de lubrificação e mecatrônica do mundo, também vai abrir um centro de inovação voltado para o setor de óleo e gás. "Conversamos com alguns clientes finais, entre os quais Petrobrás e Braskem, que sugeriram a instalação do centro em algum lugar entre a cidade do Rio e Macaé, onde estariam suas operações mais críticas nos próximos anos, em termos de inovação", diz Michael Creecy, vice-presidente global de óleo e gás da SKF.

Marcelo Rehder, especial para O Estado de S. Paulo,

05 de junho de 2013 | 16h50

A Boeing, maior empresa aeroespacial do mundo e líder na fabricação de jatos comerciais e de sistemas espaciais de defesa e segurança, também está trazendo um centro de pesquisa para o Brasil. Será o sexto centro fora dos EUA. Os demais funcionam na Rússia, Espanha, Austrália, Índia e China.

Com investimentos previstos em US$ 5 milhões por ano, o centro deverá ser inaugurado até o fim do ano, no parque tecnológico de São José dos Campos, no interior paulista.

As pesquisas com a Universidade de São Paulo, por exemplo, incluem estudos sobre o comportamento de multidões, gerenciamento de aeroportos e controle de tráfego aéreo. "Vamos desenvolver a capacitação dos aeroportos para que o governo saiba como agir em situações de emergência durante a Copa e a Olimpíada", diz o vice-presidente da Boeing Pesquisa e Tecnologia Brasil, Al Bryant.

Já a 3M vai investir US$ 13 milhões na ampliação do seu centro técnico para clientes e laboratório de P&D na fábrica de Sumaré, interior de São Paulo. Atualmente, 32% do faturamento da subsidiária brasileira vem de produtos lançados nos últimos cinco anos. Para 2017, a expectativa é de que esse número salte para 40%. "Passar de 32% para 40% são milhões de reais em produtos novos", diz o gerente técnico da área industrial da 3M, Marcelo Tambascia. 

Tudo o que sabemos sobre:
inovar para competir

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.