Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Sky tira a MTV, do Grupo Abril, do ar

A operadora de TV por assinatura Sky tirou o sinal da MTV, canal do Grupo Abril, de suas operações, com a exceção da Grande São Paulo, desde o fim do mês passado. A Net Brasil - que negocia a programação para a Sky, a Net Serviços e outras empresas, como a TV Cidade - não chegou a um acordo para a renovação do contrato que venceu no fim de 2007. A Sky argumentou, em comunicado, que a melhor proposta da MTV Brasil dobrava o custo do canal para a Sky, em oito meses de negociação.A Abril discorda da posição da Sky. "Recebemos uma proposta em 29 de maio, dizendo que, se não aceitássemos, iríamos ser tirados do ar", afirmou André Mantovani, diretor-geral do Grupo TV da Abril. Segundo ele, a Net Brasil ofereceu um reajuste correspondente à metade do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) e que acabasse a obrigatoriedade de incluir o canal no pacote básico. Mantovani disse que a última oferta da Abril seria de aumentar o valor da MTV de R$ 0,43 para R$ 0,52 por assinante (um aumento de 21%), devolvendo a diferença na forma de anúncios na MTV. A oferta também incluía os outros dois canais do Grupo Abril - Fiz e Ideal - gratuitamente por 90 dias, cobrando depois R$ 0,44 por assinante (por canal), devolvendo, durante 18 meses o valor em anúncios da Sky nas revistas da Editora Abril. Os dois canais não estão hoje na Sky. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE, Agencia Estado

17 de junho de 2008 | 09h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.