Skype lança celular que faz ligações gratuitas

Aparelho feito em parceria com uma operadora possibilita chamadas sem uso de computador

REUTERS, O Estadao de S.Paulo

30 de outubro de 2007 | 00h00

Londres - A empresa de telefonia pela internet Skype, controlada pelo eBay, e o grupo de telefonia móvel 3 lançaram um celular que permite que usuários do Skype façam chamadas entre si sem precisar de computador. As empresas anunciaram ontem que o novo 3 Skypephone pode também enviar mensagens instantâneas pela rede do Skype. A expectativa das companhias é a venda de "centenas de milhares de unidades" do modelo em todo o mundo neste quarto trimestre. Mais informações no site"Estamos otimistas e acreditamos que dentro de alguns anos venderemos milhões de unidades ao ano, mas no quarto trimestre (de 2007) nossa expectativa é vender algumas centenas de milhares de unidades em todo o mundo", disse Frank Sixt, diretor-financeiro da Hutchison Whampoa, de Hong Kong, empresa controladora da 3.O celular está sendo lançado em nove mercados, entre os quais Reino Unido, Austrália e Itália. Já há estudos para o lançamento do produto também em outros países. No Reino Unido, o aparelho custará £ 49,99 (US$ 102,60), e seu uso será gratuito para assinantes dos serviços de telefonia da 3. O modelo estará à venda nas lojas da empresa na sexta-feira.De acordo com Sixt, as tarifas para conexão com outras operadoras seriam as mesmas de outros celulares, com minutos e mensagens de texto ao mesmo preço, e que o aparelho terá um botão Skype especial."O Skype agora é realmente móvel. O novo aparelho permite que o usuário realize ligações grátis pelo Skype, para outros usuários do Skype em todo o mundo, de qualquer lugar", informou Michael van Swaaj, presidente interino do Skype, em comunicado.Ele acrescentou, em entrevista, esperar que o celular eleve a base de 246 milhões de usuários da empresa, já que agora o serviço estará disponível para pessoas sem ficar preso a computadores."Acreditamos que haverá interesse significativo da parte de pessoas que ainda não estão no Skype, porque é fácil utilizá-lo. A pessoa não precisa de um laptop", acrescentou o executivo.O Skype foi adquirido em 2005 pelo eBay por cerca de US$ 4,3 bilhões, em uma aposta do site de leilões na popularidade rapidamente crescente do serviço de telefonia via internet. Apesar do otimismo inicial, o eBay teve de deduzir US$ 1,2 bilhão do valor de aquisição do Skype no começo deste mês.Niklas Zennstrom, co-fundador do Skype, admitiu também no início do mês que a avaliação original feita da empresa pelo eBay foi elevada demais no momento da aquisição. "Tínhamos de mapear a trajetória de crescimento e avaliar nossa velocidade, mas constatamos que houve certa superestimativa", disse Zennstrom durante uma conferência na Hungria. Ele disse acreditar que a empresa esteja crescendo em ritmo satisfatório, mas que será necessário mais tempo para que eventualmente se cumpram as expectativas originais. "Nós superestimamos o nosso poder de monetização."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.