finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Smaghi, do BCE: fim de medidas anticrise não implica juro maior

Os mercados financeiros não devem assumir que, ao remover medidas anticrise, o Banco Central Europeu (BCE) esteja preparando um aumento dos juros, disse nesta sexta-feira Lorenzo Bini Smaghi, membro do Conselho Executivo da instituição.

REUTERS

20 de novembro de 2009 | 14h38

"Dado que a saída será gradual, e vai envolver duas dimensões --as medidas não-convencionais implementadas pelos bancos centrais e o nível dos juros--, há o risco de que os participantes do mercado possam interpretar a decisão sobre uma das partes da saída como um sinal para a que a outra também venha", disse Smaghi em discurso em Paris.

O BCE reduziu a taxa básica de juros em 3,25 pontos percentuais desde a intensificação da crise, para 1 por cento.

(Reportagem de Marc Jones e Krista Hughes)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROBCESMAGHI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.