Snow reitera apoio da gestão Bush à política de dólar forte

O secretário do Tesouro dos EUA, John Snow, reiterou em entrevista nesta tarde que não houve mudanças na "política de dólar forte" da administração do presidente George W. Bush. "Nós apoiamos um dólar forte. Achamos que um dólar forte é bom para a América. Esta tem sido a política, é a nossa política e será a nossa política", disse Snow em entrevista para a Bloomberg Television.Questionado sobre sua definição de dólar forte, Snow deu uma definição em termos de política ao invés de taxa de câmbio. "Nós definimos vigor em toda a sua dimensão. O foco está sobre os fatores que sustentam o vigor e, primeiro e principalmente, agora é lidar com o déficit", disse Snow referindo-se ao déficit orçamentário dos EUA. Snow admitiu que o déficit orçamentário do país está pesando sobre o valor do dólar. "Sabemos que o déficit importa", disse.Ele reiterou que a meta da administração Bush de reduzir o déficit pela metade ao longo dos próximos cinco anos. Entre os fatores que irão contribuir para reduzir o déficit estão um "orçamento muito apertado... Limitação dos gastos... Reforma do sistema de seguridade social", disse Snow. "Tudo que fizermos na administração será focado em alcançar os objetivos do presidente", acrescentou. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.