Sobem os preços nos supermercados

Os preços nos supermercados em São Paulo tiveram aumento de 1,11% na semana de 12 a 19 de outubro, segundo pesquisa do InformEstado. No acumulado do mês a alta é de 1,49% e no ano de 4,79%. De um total de 73 produtos pesquisados, 36 subiram de preço, 29 apresentaram queda e oito permaneceram estáveis. Por categorias de produtos, a alta foi puxada pelo reajuste dos ovos que subiram 4,23%. Também tiveram aumentos os frios e laticínios (2,75%) os produtos de higiene (2,51%), as carnes (1,82%), os produtos de mercearia (0,64%) e as bebidas e doces (0,10%). Na comparação por itens, as altas mais significativas na semana foram do presunto cozido fatiado Sadia (8,54%), do óleo de milho Mazola (6,64%) e do papel higiênico Neve (5,58%). Já a maior queda foi da cebola (11,59%). Entre 15 supermercados pesquisados, quem liderou a lista de reajustes foi o Pão de Açúcar (Itaim), com alta de 5,15%.No levantamento semanal dos produtos in natura as feiras livres tiveram queda de preços acentuada, de 5,85%. As verduras, legumes e frutas, nos supermercados, tiveram no mesmo período alta de 0,26%. No acumulado do mês, as feiras livres estão com queda de 4,30% e os supermercados de 8,77%. No ano, as feiras têm alta de 4,23% e os supermercados de 5,24%.

Agencia Estado,

23 de outubro de 2000 | 09h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.